30 de dez de 2012

SINTO MUITO, ME PERDOE, SOU GRATA, TE AMO!





Uma pessoa te decepciona, te causa dano, te ofende, te trai. 
Então você, movido pela decepção e raiva, promete que retribuirá o dano 
com desprezo, com rejeição, 
que não mais tratará a pessoa com a mesma dedicação que tinha antes.

O tempo passa e você esquece aquilo, e todo o poder da ofensa perde a força sobre sua vida. 
E você volta a agir com o mesmo amor de antes.
Este é um sinal de que algo divino existe em você.

Veja só: 
Deus prometeu amaldiçoar a terra por causa da maldade do homem, que o cultivo seria difícil, com muito esforço, que haveria cardos e espinhos (Gênesis 3:17-19).

Logo em seguida, ele, movido por misericórdia e compaixão, diz que "enquanto durar a Terra, não deixará de haver sementeira e ceifa, frio e calor, verão e inverno, dia e noite" (Gênesis 8:22), ou seja ele estava aliviando o sofrimento do homem, dando a chuva, contribuindo na lavoura, facilitando a vida para a humanidade.

Vamos dar lugar ao divino em nós, pois o perdão é a atitude mais nobre que um ser humano pode expressar. 
Não existe nada pior que  indiferença,  rancor,  fingimento, desunião,  separação,  inimizade,
o ódio ao ex-amigo, ao semelhante - tudo isto é evitado por um coração perdoador. 

O que mais me entristece hoje é a atitude de pessoas, as quais eu amo muito, mas que parece terem se fechado para mim. 
Talvez eu tenha feito alguma coisa errada com elas, ou simplesmente elas acham assim.
Sei que sou cheia de defeitos assim como você.
Pra que isso então? 
Perdoe, liberte-se, e seja feliz!

Com carinho,
Lecir Marques

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar. Volte sempre!